A importância da sexualidade.

A fantasia está para a sexualidade assim como a respiração está para a vida, ou seja, é fundamental que para o exercício da sexualidade haja uma boa carga de fantasia. A fantasia é justamente o que diferencia o ser humano dos outros seres que habitam nosso planeta. Os animais, de maneira geral, possuem somente o instinto.Isso significa que nenhum animal, exceto o humano, tem fantasias e por isso não desenvolve a sexualidade.Sempre que falamos em sensualidade, sedução e encantamento amoroso, estamos restringindo estes sentimentos ao universo humano. As pessoas têm o hábito de atribuir aos animais alguns sentimentos. Esta é uma forma de humanizar as relações dos humanos com os animais e talvez estes possam realmente perceber sentimentos e, assim, integrar-se ao mundo conosco. Vale ressaltar, porém, que eles não desenvolvem fantasias de nenhuma espécie.

A capacidade humana de fantasiar não tem limites. Podemos, por meio da fantasia, fazer simplesmente tudo o que quisermos. A construção da fantasia ocorre num universo sempre individual, da mesma forma que os sonhos. Não existem fantasias idênticas porque os seres humanos são únicos.

Podemos observar, no entanto, que, em relação aos nossos desejos ou fantasias amorosas, todos procuramos parceiros com características que valorizamos. Sendo assim, temos o que podemos chamar de semelhanças entre as nossas fantasias. Sonhamos com seres perfeitos. Queremos ao nosso lado uma pessoa fiel, meiga, sincera, honesta, carinhosa, sensível,entre outras características. Estas criações das nossas fantasias podem nortear nossas buscas afetivas e, usamos assim estas referências para escolher nosso parceiro. As nossas fantasias geralmente são estruturadas pelas nossas experiências físicas ou psíquicas. Quando uma mulher começa a fantasiar sobre a pessoa que deseja ter ao seu lado, procura basear-se na sua história de vida. Estas construções se dão de forma a corresponder às nossas expectativas e necessidades individuais. Nossas escolhas em termos de fantasias sempre são precipitadas em função dos nossos medos e desejos, tenham eles bases racionais ou não. Nossos medos e desejos mais íntimos são o que podemos chamar de caminhos para a alma, e é justamente por meio do conhecimento desses conteúdos que podemos avançar na descoberta do mundo interno e propor saídas nos nossos relacionamentos que permitam que nos aproximemos dos nossos anseios e projetos de vida.

Esses medos e desejos mais íntimos também se referem a nossa vida sexual. Para caminhar em direção à nossa felicidade sexual temos esperança de encontrar parcerias ideais, ao lado das quais nos sentiremos completos e importantes, tanto para os demais quanto para nós mesmos.

A elaboração de fantasias negativas ou catastróficas faz com que homens e mulheres não consigam envolver-se e entregar-se ao contexto afetivo amoroso. Isso impede que as pessoas se deixem levar por fantasias positivas, ocasionam a inibiçao do desejo sexual, além de provocar a quebra da fantasia, pois essas pessoas não estão mantendo contato com seus ideais de satisfação e desempenho sexual.Na inibição do desejo sexual, o elemento fantasia mostra-se, em geral, inibido, diminuído ou ausente. O estímulo à fantasia possibilita à pessoa uma via de recuperação do desejo sexual.